quinta-feira, 25 de setembro de 2014

solitário

Amanhã eu vou te encontrar,
mas cada segundo que passa
o amanhã fica mais longe.

E meus pensamentos, solitários,
que multiplicam os beijos dados?
E minhas mãos correm meu corpo,
imaginando você e suas curvas?

E meu delírio é crescente, o
seu cheiro me invade na cama,
e seu calor está junto ao meu
enquanto estou sozinho na noite.

E então, antes do dia amanhecer
estou junto contigo, afogado em prazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário