segunda-feira, 4 de agosto de 2014

linhas

Uma linha dobra, desdobra, retorna em si: triângulo. Recobra, losangolo. Em uma reflexão de si, infinitamente geométrica, um sensual mosaico se amplia, exponencial. Era a música. Era linda. Era você, depois de anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário