sábado, 9 de agosto de 2014

festejos

A garotinha rodopiou com sua sombrinha pelo salão, escancarando um sorriso dentro do borrão vermelho-ouro que se tornara. O salão silenciou. A garotinha de preto com colar de pérolas ergueu o cajado e deu a sentença. O salão aplaudiu. A garotinha com as mãos ensanguentadas foi presa e sua espada confiscada. E em um canto frio, a garotinha de coração recortado e remendado, sorriu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário