segunda-feira, 7 de julho de 2014

definitivo

Em mim não há mais tons. Sou transparente como a ponte de vidro. Mas, querida alegria passageira, quando você se aconchegou e olhou dentro de mim, encontramos um brilho infinito que ressoará para sempre em nossas vidas. Hoje você se foi e sou grato, pois, pelo seu olhar, encontrei em mim todas as cores do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário