quinta-feira, 29 de maio de 2014

inverno

Noto que suas palavras não são mais as mesmas. Está calada, diz apenas que está tudo bem. Não fala nada, mas mente em tudo que transmite, em tudo que não me disse. Você sabia, igual eu, que nada estava bem. Esfriou, sabe. Já virou o outono, já virou o fim das flores e o fim do Sol. Estamos terminando, rumo a um tenebroso inverno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário